27/01/2017

Meu Favorito: Blush Mosaico 04 - Marchetti


Procurei no computador fotos de produtos que nunca fiz resenha aqui no blog, daí que descobri que nunca tinha feito um post sobre o meu blush favorito, o Blush Mosaico na cor 04 da Marchetti. Eu lembro que quando comprei esse blush, isso em 2014, eu tinha bastante curiosidade em testar um blush mosaico, desses que tem várias cores que você mistura na hora de usar. Nem sei se coloquei muita fé nele, mas ele se tornou e é até hoje o meu blush preferido.


O blush se divide em três cores, um coral opaco bem alaranjado, um rosa claro opaco de tom mais aberto e um malva bem frio com um pouco de cintilância. Um combinação meio inusitada, já que separadas configuram propostas tão diferentes, mas a mistura das cores fica linda. Como apenas umas das cores tem brilho, e ainda assim muito pouco, o resultado na pele é praticamente opaco. Dessa forma o blush se torna bem democrático para diferentes horários e ocasiões.


A pigmentação dele é boa, mas confesso que é um blush que funciona melhor em peles claras, onde pigmenta facilmente. Em peles morenas ou negras a cor não fica tão interessante, o que é muito normal, já que peles mais escuras pedem cores mais intensas. Ele é um produto macio, não esfarela e é bem fácil de esfumar. A característica que gosto mais nele é a fixação, é daqueles blushes que você não precisa fazer "chinelada" para que a fixação se torne maior, pode ir com calma que mesmo depois de horas você ainda vai ter blush no seu rosto. A marca possui outras 3 opções de blushes nessa configuração mosaico. 


Acima são as três cores separadas na pele, e a última amostra é da mistura das três tonalidades. Note que a cor é de um rosa queimado, um tom mais terroso, que fica lindo na pele. Por mais que seja possível usar as cores separadas, já que as partes não são tão pequenas, eu só uso a mescla das três cores. Entre os pontos negativos do blush estão a embalagem, pois é frágil e o design não é dos mais bonitos, mas pelo menos nunca quebrou, e o cheiro, que lembra muito talco, mas também não é nada que incomode muito.

Possui 11 g, paguei R$ 23,99 e comprei em loja física em Natal. Lembro que considerei quase um achado porque era o último da loja e não sei se é fácil de encontrar.

Nota (máxima 5,0): 4.
(pontos avaliados: embalagem, pigmentação, fixação, preço e acessibilidade)

Apesar de ter perdido alguns décimos (especialmente por conta da embalagem), ele é sim o meu blush favorito e confesso que depois dele meio que perdi um pouco do interesse em adquirir outros blushes. A sensação é como se eu tivesse encontrado o meu blush para a vida. Espero que tenham gostado.
Beijos da Rê

20/01/2017

A Caneta Delineadora da Toque de Natureza


Conheci a Caneta Delineadora da Toque de Natureza quando iniciei o curso de maquiagem, isso já há mais de três anos. Esse delineador se destacava por associar boa pigmentação a praticidade do formato caneta (de longe o que mais amo). Não demorei a adquirir uma, e hoje perco as contas de quantas já comprei. É sem dúvidas um dos produtos nacionais que eu mais gosto e que tem uma qualidade que vale muito a pena para uso pessoal e profissional.


Um dos diferenciais dessa caneta está no seu pincel, normalmente as canetas delineadoras possuem a ponta de feltro, mas a da Toque de Natureza é feita de cerdas, o que permite um flexibilidade maior do aplicador em contado com a pele, adequando-se melhor aos formatos de olhos. Outro ponto positivo é que esse formato do pincel se mantém, as cerdas não vão se desgarrando com o tempo como nos pincéis de delinear. Além disso, a ponta é bem fina e contribui para um delineado mais delicado e para aquele puxadinho estilo gatinho no final dos olhos.


A pigmentação da caneta é muito boa, o tom é realmente bem preto e lustroso, ou seja, não é fosco. Mas esse brilho não é nada muito chamativo, não altera muito as características da maquiagem e não é nada que impeça o uso da caneta para o dia-a-dia. A fixação é alta, praticamente não transfere e não borra. Ao mesmo tempo não é produto tão difícil de remover na hora de demaquilar os olhos. O único ponto negativo sobre o desempenho da caneta que devo mencionar é que ela não "avisa" quando está acabando, do nada ela deixa de sair tinta e isso pode te deixar na mão, mas ela até que rende bastante.


Acima vocês conseguem ver o resultado do delineador em ação, tanto em pigmentação, quanto no brilho que ele possui. Confesso que no início eu gostava dela mais para maquiar outras pessoas do que para delinear meus próprios olhos, mas hoje não tenho mais objeções, era só questão de costume. Sobre a embalagem, embora tenha aquele formato tradicional que se espera de qualquer caneta delineadora, tenho uma crítica quanto a impressão, saí muito rápido e meio que é chato perder as informações do produto. Fora isso uma vez uma das canetas que comprei apresentou defeito na tampa, que abria sozinha, como foi um fato isolado não acredito que seja algo regular nas embalagens.

Atualmente pago cerca de R$ 40 nela (preço das lojas de Natal), mas infelizmente ela não é tão fácil de encontrar, volta e meia sofro um pouquinho para repor. Na internet constantemente encontro ela em falta em lojas bem populares, além disso como o frete não compensa tenho preferido comprar ela por aqui mesmo.

Nota (máxima 5,0): 4,2
(pontos avaliados: embalagem, pigmentação, fixação, preço e acessibilidade)

Se eu fosse fazer um ranking dos meus produtos nacionais favoritos essa caneta estaria sem dúvidas na lista. Recomendo!
Beijos da Rê

11/01/2017

Tutorial: Make Delicada com Tons Frios


O tutorial de hoje foi de uma make que usei nas confraternizações de fim de ano. Ela é bem delicada e mais fria, sei que não é nada a "cara do verão", mas fica como sugestão para quem gosta de tons frios. Ainda que a make seja delicada, e com tons bem neutros, fica bem festiva por conta do pigmento.

Passo 01
Com a sobrancelha pronta, aplico um primer de olhos de tom bege claro sobre toda a pálpebra.
Usei
Primer de olhos, Palette Diva (Eudora) + Pincel de sombras de cerdas sintéticas (Luisance)

Passo 02
Aplico uma sombra bege clara rosada e opaca abaixo da sobrancelha.
Usei
Sombra Wigwam, Palette In The City (W7) + Pincel de sombra (IS' MINE)

Passo 03
Esfumo uma sombra rosa clara e opaca na pálpebra móvel. Usei pouca sombra porque a ideia não era deixar o côncavo super rosada, era mais um detalhe para deixar um efeito bem suave.
Usei
Sombra Dolce Opaco (Contém 1g) + Pincel nº 15/Esfumar (Vult)

Passo 04
Para dar uma profundidade maior no côncavo esfumo uma sombra marrom clara acinzentada e opaca.
Usei
Sombra Brass, Palette In The City (W7) + Pincel nº 15/Esfumar (Vult)

Passo 05
Para dar um peso maior na maquiagem esfumo um tom de marrom médio acinzentado opaco no canto externo do olho.
Usei
Sombra Charcoal Brown (MAC) + Pincel de Esfumar (IS' MINE)

Passo 06
Volto a esfumar a sombra rosa opaca sobre o côncavo, o que ajuda a dar um acabamento melhor no esfumado e traz de volta o toque rosado.
Usei
Sombra Dolce Opaco (Contém 1g) + Pincel nº 15/Esfumar (Vult)

Passo 07
Na pálpebra móvel e canto interno aplico um pigmento bege bem brilhante, mas uso bem pouco e bem espalhadinho para não ficar concentrado. Aplique com vontade se quiser potência.
Usei
Pigmento na cor Nudê (quem disse, berenice?) + Pincel de sombra (IS' MINE)

Passo 08
Faço um delineado gatinho rente os cílios superiores.
Usei
Caneta delineadora na cor Black (Toque de Natureza)

Passo 09
Com a pele pronta, aplico a sombra rosa clara rente os cílios inferiores.
Usei
Sombra Dolce Opaco (Contém 1g) + Pincel de corte angular para sombra (Macrilan)

Passo 10
Aplico também a sombra marrom média acinzentada bem próximo a raiz dos cílios.
Usei
Sombra Charcoal Brown (MAC) + Pincel de corte angular para sombra (Macrilan)

Passo 11
Finalizo com máscara de cílios.
Usei
Máscara The Colossal à prova d'água (Maybelline)





Produtos usados
Sobrancelhas:
- Duo na cor Marrocos (Ricosti).

Pele:
- Primer Photoready (Revlon);
- Corretivo Studio Finish - NC20 (MAC);
- Studio Fix Powder - C.3 (MAC);
- Blush na cor Harmony - como contorno (MAC);
- Blush Mosaico na cor 04 (Marchetti).

Boca:
- Batom Líquido na cor Mariana (Bruna Tavares | Tracta).

Se quiser mais forte basta usar tonalidades mais fortes, pesar um pouco mais na quantidade de pigmento e até mesmo usar um lápis de olhos. Espero que tenham gostado!
Beijos da Rê

09/01/2017

Um caso de amor chamado Studio Fix Powder - MAC


Tem produto que é amor da gente nunca mais largar. Esse é o meu caso com a base Studio Fix Powder da M.A.C. Amor, amor e amor! Desde que testei pela primeira vez senti que fomos feitas uma para a outra. E se você procura um produto prático provavelmente vai desenvolver o mesmo afeto que tenho por ela quando testar. A marca diz:
"Pó e base dois em um que confere um acabamento suave, impecável, totalmente mate e uma cobertura média a total. Longa duração, textura aveludada, deixa a pele respirar".


Como a marca diz, é um base dois em um, o que a torna um item perfeito para quem precisa de um produto prático para o dia-a-dia ou até mesmo para salvar quando o tempo para se produzir é curto, independente do grau de formalidade do evento, até em casamento eu já usei ela (sem base por baixo). Se comparada a bases normais a Studio Fix Powder seria uma base de alta cobertura, mas se comparada a pós compactos comuns ela se classifica como alta cobertura. 


Quando usada como base basta aplicar um corretivo nas áreas mais críticas, como olheiras e manchinhas, e depois aplicar a Studio Fix sobre a pele, com uma esponja (forma que entrega maior cobertura), com um pincel tipo kabuki ou com um pincel de pó (forma que fica mais leve). Mas a base pode ser usada como um pó compacto normal, selando uma base líquida ou cremosa e somando uma cobertura ainda maior.


Como visto na foto acima, a base é um pó bem denso e pigmentado, por isso ele fornece cobertura. O produto é fosco, macio, de cheiro suave e esfarela pouco. Não indico para peles secas ou maduras, pois pode deixar a pele com o ar ressecado e evidenciar linhas de expressão. Tá livre para peles oleosas, mistas e normais, mas fuja caso você não goste do aspecto de pó mais pesado. A fixação é boa e ela é até bem resistente a oleosidade. Dá para usar por umas 3 ou 4 horas num dia quente sem retocar, depois disso a oleosidade pode começar a aparecer e talvez se torne necessário remover o excesso de óleo do rosto. Lembrando que eu tenho uma pele bem oleosa e moro numa cidade quente e úmida.


As embalagens da linha regular da marca possuem um design padrão e bem minimalista, e a da Studio Fix Powder não é diferente. Feita de plástico preto e fosco, com o nome do produto na parte superior e algumas informações (como cor) no fundo. Na parte interna tem um espelho no fundo da tampa, um "andar" com o produto em si e um compartimento na parte inferior onde fica a esponja. Esse compartimento permite que a esponja não fique em contato direto com o pó, evitando (diminuindo) a contaminação, e os furinhos no fundo da embalagem permitem que a esponja "respire" (não fique abafada). Falando da esponja, vale dizer que ela tem uma qualidade ótima, não rasga e é o instrumento que faz que a cobertura fique mais alta.


Infelizmente não fiz o "antes e depois" da aplicação, mas acima vocês podem ter uma ideia do efeito da base no rosto. Ela cobre bem, mas como a foto deixa claro não é 100%, dá para ver bem a naturalidade da pele, que fica bem aveludada e mate. Outra coisa importante a dizer sobre ela é com relação a exposição ao flash, das vezes que usei ela sozinha (sem base por baixo ou outro pó associado) ele não estourou no flash.

A base tem 15g, custa R$ 125,00, possui 45 tons disponíveis e você pode comprar nas lojas físicas ou online da marca e na loja online da Sephora. O valor é sim bem salgado e isso é o que pega de mais negativo. Além disso, embora a disponibilidade de tons seja muito boa, quem não tem acesso a loja física pode acabar comprando um tom errado. Meu tom da Studio Fix Powder é NC 30 ou C.3, já o meu tom na Studio Fix Fluid (líquida) é o NC20, então pesquisem bem antes de comprar a sua, porque há essas variações de um produto para outro.

Nota (máxima 5): 4,1
(pontos avaliados: embalagem, cobertura, fixação, preço e acessibilidade)

Me desculpem pelo tamanhão desse post, mas eu tentei trazer tudo que eu podia falar sobre esse produto, pois eu tenho consciência de que é um produto caro, então seria uma forma de ajudar quem pensa em investir. 
Beijos da Rê

27/12/2016

O Pincel Esfumador (nº 15) da Vult

Pincel nº15/Esfumador - Vult
Voltando as resenhas, hoje trago as minhas impressões sobre o pincel nº 15 da Vult (ou pincel esfumador), marca nacional que tem evoluído bastante nos últimos anos. A marca diz:
"Cerdas volumosas e macias, em corte arredondado. Ideal para esfumar sombras sobre as pálpebras, promovendo acabamento perfeito à maquiagem."

Pincel nº15/Esfumador - Vult
O pincel tem aquele formato arredondado, o mais tradicional dos pincéis de esfumar, estilo "rabo de cavalo". Ele é bem denso e as cerdas são longas, de modo que ele abrange uma região maior de pálpebra. As cerdas são macias e delicadas, o que ao meu ver ajuda a promover uma diluição mais eficaz da sombra. Por ser grande utilizo ele normalmente para esfumar aquela sombra que serve de transição para o tom da pele. O tamanho dele também contribui para um esfumado mais ligeiro, então se a ideia é fazer uma make bem rápida, como um esfumadinho marrom no côncavo, esse é o pincel certo. Ele é leve e longo, o que também contribui para a função do pincel, pois permite que a mão fique mais distante dos olhos, fazendo com que ela fique naturalmente mais leve.

Pincel nº15/Esfumador - Vult
As cerdas são naturais (tosa de pêlo de cabra), o ferrolho é de alumínio e o cabo é de madeira. As cerdas sãs brancas, o que é esteticamente bonito, mas o pincel tende a manchar, e mesmo depois de lavar ele não volta a ficar 'tão' branquinho, o que é apenas um detalhe, já que isso não interfere na performance. Após as lavagens não percebi queda de cerdas. O cabo é preto e possui a impressão da logo da marca e o número do pincel em branco. O design é bonito e minimalista, com ar profissional. 

Eu já tenho dois pincéis, mas confesso que o meu segundo demorei a comprar por dificuldade de achar, já que as lojas aqui demoravam a repor o estoque. Comprei em loja física em Natal e custou R$ 19,90, valor que considerei bom, por ser um pincel de ótima qualidade.

Nota (máxima de 5): 4,7
(pontos avaliados: design, desempenho, qualidade, preço e acessibilidade)

É um queridinho, tanto que mesmo tendo dois exemplares penso em adquirir mais alguns. 
Beijos de Rê 

Este produto foi adquirido pela autora do blog.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...